Notícia

Ceasa busca novas parcerias para melhorar trabalho em Umuarama

Compartilhar:
3 de fev de 2011 Diversos
Imagem Ceasa busca novas parcerias para melhorar trabalho em Umuarama
Ceasa busca novas parcerias para melhorar trabalho em Umuarama
A diretoria da Ceasa Paraná iniciará um novo estudo de revitalização dos trabalhos na unidade da empresa em Umuarama, na região Noroeste do Estado. Um protocolo de cooperação técnica será encaminhado neste mês para a Prefeitura de Umuarama, prevendo a parceria entre a Secretaria de Agricultura e do Abastecimento - Seab, a Emater, demais empresas vinculadas, associações e cooperativa de produtores.
"Temos um potencial de produção de hortigranjeiros muito grande na região Noroeste. Nossa intenção é aproveitar o interesse do município da Região de Amerios - Associação dos Municípios de Entre Rios, nos auxiliando a incrementar ainda mais os trabalhos da unidade da Ceasa de Umuarama", disse Luiz Dâmaso Gusi, diretor presidente da Ceasa Paraná durante a reunião com Antônio Carlos Fávaro, secretário municipal de Agricultura, Meio Ambiente e Turismo de Umuarama.
No encontro, que aconteceu em Curitiba, foram discutidas ainda alternativas de integração entre os vários órgãos do Estado e do município de Umuarama. O pedido foi encaminhado para Norberto Ortigara, secretário de Agricultura e do Abastecimento, que disse que "as expansões e melhorias das atividades das Ceasas do Paraná fazem parte do plano de governo do Estado".

Ação coordenada
"A unidade é estratégica não só para a cidade, mas também para todos os 32 municípios que integram a Associação dos Municípios de Entre Rios - Amerios. Estamos organizando o setor em toda a região. A comercialização da produção de hortigranjeiros da região ganha um importante aliado neste processo", diz Antônio Carlos Favaro.
Ele estima que existem hoje cerca de 300 produtores de hortigranjeiros em Umuarama, e outros 2.700 nos demais municípios que integram a Amerios.
Segundo Claúdio Marconi, diretor da secretaria municipal, a fruticultura é um dos pontos fortes da produção local. "O clima quente e a qualidade do solo na região favorecem principalmente a produção de frutas, como citros, abacaxi, melancia, uva rústica, além de verduras", diz.
Atualmente, a Ceasa de Umuarama conta com dois atacadistas que abastecem Umuarama e as demais cidades da região. A unidade tem um espaço de 10 mil metros quadrados, e na área existe ainda um packing house - área de embalagens, onde a cooperativa de produtores de Umuarama faz o desdobramento e classificação de citros produzidos no município.
Para Valério Borba, diretor técnico da Ceasa, a participação integrada dos órgãos ligados tanto na agricultura municipal, como do Estado, darão maior visibilidade ao produtor da Região Noroeste. "Estamos estimulando o cultivo e também o beneficiamento da produção local. Ajudamos a escoar os hortigranjeiros da região, incentivamos o agricultor, que passa a ter ganhos melhores e garantias de comercialização. A segurança alimentar da população e a criação de mais empregos também são características marcantes", completa.

Histórico
O passo definitivo para a ativação de uma unidade das Centrais de Abastecimento do Paraná - Ceasa, foi dado em 2009, após reuniões que envolveram a participação de dirigentes e técnicos da área oficial (governo do Estado), atacadistas e representantes da administração municipal.
"Saímos da formalização de documentos para a prática, o que, efetivamente, passou a representar um grande passo para incentivar a diversificação da produção rural, principalmente no que se refere à agricultura familiar", avalia o prefeito Moacir Silva.
Após duas décadas, a unidade de atendimento em Umuarama passou a atuar como "central regional facilitadora de vendas dos produtos produzidos em Umuarama e nos municípios da região".