Notícia

Ceasa vai funcionar depois de 15 anos

Compartilhar:
19 de fev de 2009 Diversos
Imagem Ceasa vai funcionar depois de 15 anos
Ceasa vai funcionar depois de 15 anos
O secretário de Estado da Agricultura, Valter Bianchini, assinou hoje em Umuarama o termo de cooperação técnica para implantação de uma unidade referencial da Ceasa (Central de Abastecimento do Paraná) no município, aproveitando melhor o complexo de instalações já existente (localizado na PR-323, imediações do trevo de acesso a Mariluz). Participaram do ato o prefeito Moacir Silva, o deputado federal Osmar Serraglio e o deputado estadual Fernando Scanavaca.
“Estamos confiantes em um trabalho que deve fortalecer Umuarama e toda a região da Amerios, beneficiando e ampliando o mercado, através de uma produção organizada”, avaliou o prefeito Moacir Silva. “Nossa agricultura tem enorme potencial para gerar receita e oportunidades. A Ceasa será importante, auxiliando a transformar nossa produção em desenvolvimento”, disse.
Segundo o presidente da Ceasa-PR, Antônio Comparsi de Mello, a área em questão é atualmente subutilizada. “São mais de 12.500 metros quadrados e vantagens como uma packing house (galpão para lavagem e embalagem de frutas) em funcionamento. O espaço é amplo e a estrutura suficiente para iniciarmos o trabalho”, destaca. “O foco passa a ser o estabelecimento de parâmetros para a consolidação de um fluxo, já que a oferta de produtos é muito boa. Futuramente, poderemos contar com uma unidade atacadista em Umuarama, assim como ocorre em Curitiba, Londrina, Maringá, Foz do Iguaçu e Cascavel”, complementa.
O secretário de Estado da Agricultura enalteceu o comprometimento dos prefeitos de Umuarama e cidades vizinhas. “Percebo na região da Amerios o interesse sincero na concretização do projeto. As comunidades também já demonstraram acreditar na importância de uma unidade da Ceasa. Temos então a fórmula para o sucesso do empreendimento”, comentou Valter Bianchini.
Seab e Emater trabalharam arduamente no levantamento do potencial produtivo da região, concluindo existir oferta consistente no cenário regional.