Notícia

Projeto que vai trocar lixos recicláveis por alimentos será lançado neste sábado

Compartilhar:
3 de jun de 2011 Diversos
Imagem Projeto que vai trocar lixos recicláveis  por alimentos será lançado neste sábado
Projeto que vai trocar lixos recicláveis por alimentos será lançado neste sábado
Acontece neste sábado (04), às 8h, na Escola Municipal Vinícius de Moraes, o lançamento do projeto Lixo que Vale. A iniciativa surgiu para incentivar a separação do lixo reciclado por parte dos moradores dos bairros Jabuticabeiras e Sete Alqueires. A ação promoverá a adequação, limpeza e aproveitamento dos materiais, trocados por alimentos saudáveis adquiridos dos pequenos produtores rurais do município e selecionados pelo Banco de Alimentos.
"A escolha dos bairros não se deu de forma aleatória. O projeto piloto leva em conta o fato de os bairros estarem dentro da Área de Proteção Ambiental (APA) do Piava, rio que abastece o município", declarou em entrevista o prefeito Moacir Silva. O desenvolvimento conta com a participação efetiva das secretarias municipais de Agricultura, Meio Ambiente e Turismo, Assistência Social, Educação e Saúde, bem como com a parceria do Instituto Federal do Paraná. O IFPr participará promovendo oficinas sobre a coleta seletiva para a população do bairro. O programa foi apresentado e construído com a participação das secretarias mencionadas além do Conselho Municipal do Meio Ambiente de Umuarama, Conselho Gestor da APA do Rio Piava, Sanepar e lideranças do bairro.

Como acontecerá a coleta

O lixo reciclado será coletado todos os sábados, das 8h às 12h, por funcionários da Prefeitura, que percorrerão as principais ruas dos bairros. O material será pesado e transformado em uma ‘moeda verde'. Este material reciclado será entregue na Cooperativa de Catadores de Materiais Reciclados de Umuarama (Cooperuma), que irá processá-lo, comercializar e devolver o valor da venda ao Banco, em alimentos, mantendo a capacidade de atendimento à demanda.
A cada 15 dias, sempre nas quartas-feiras, no horário das 13h às 17h, a Prefeitura disponibilizará veículo e funcionários que ficarão em frente ao ginásio de esportes, onde a população - de posse da ‘moeda verde' - fará a troca por alimentos disponíveis no dia.
Foi criado um folder explicativo que será entregue à comunidade do bairro e um modelo da moeda verde com valores de 1, 2, 5 e 10.

Solidariedade

Estará também sendo instalado junto à Escola Municipal Vinícius de Moraes um Ponto de Entrega Voluntária (PEV) com o objetivo de receber os materiais recicláveis trazidos pelos alunos. O material reciclável será comercializado e a receita obtida ficará com a escola, para uso em ações de seu interesse, sempre com a participação de pais, alunos e professorado.
Para pessoas solidárias, será estimulado que de posse desta moeda verde possam estar doando os alimentos ou as moedas verdes para as pessoas mais carentes do bairro. A ideia conta com apoio do Clube de Mães, igrejas, etc.
Na escola os professores estarão trabalhando com os alunos sobre a importância de uma área de APA, qualidade da água e do meio ambiente, possibilidades de reciclar, importância de uma boa alimentação e os ganhos na saúde.


Pode ser reciclado:

- Jornais, revistas, listas telefônicas, folhetos, folhas de rascunhos e cadernos, papeis de embrulho, caixas de papelão, caixas de leite e sucos.
- Embalagem de alimentos, produtos de beleza, limpeza, tampas, brinquedos, peças plásticas, isopor, baldes e bacias.
- Latas de bebidas, alimentos, produtos de limpeza, sucata e aço
- Garrafas em geral, jarros, vidros de conserva, copos e cacos de vidro
Lembrando que todo material deve estar limpo e separado.

Podem ser pesados juntos:

- Sucatas, vidros, jornais, revistas, papel em branco, latas de embalagens de alimentos.
- Papelão, sacolas de supermercados, embalagens PET, embalagens plásticas de limpeza e alimentos, baldes, bacias, caixas de leite e sucos.
- Latinhas de alumínio e metal


Texto: Patricia Steinbach
Créditos Criação: Rafael Clarindo