Notícia

Selo ODM é entregue ao projeto Lixo que Vale criado em Umuarama

Compartilhar:
22 de jul de 2011 Diversos
Imagem Selo ODM é entregue ao projeto  Lixo que Vale criado em Umuarama
Selo ODM é entregue ao projeto Lixo que Vale criado em Umuarama
O 4° Congresso Nós Podemos Paraná, que aconteceu na primeira semana de julho, no Cietep, em Curitiba, teve como assunto principal importância do trabalho voluntário organizado e articulado para alavancar ações para o alcance das metas do milênio. Com o intuito de mostrar a importância da participação cidadã para o desenvolvimento da comunidade, o evento reuniu cerca de 800 pessoas.
O tecnólogo ambiental Valério Silva foi convidado para apresentar o funcionamento do projeto Lixo que Vale, desenvolvido pela Prefeitura Municipal de Umuarama através da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente. Um dos pontos altos do projeto que transforma lixo em ‘moeda verde' mostrou que é possível transformar e trocar aquilo que antes era lixo por alimentos saudáveis e nutrientes, buscando uma melhor qualidade de vida dos locais onde vivem.
Na ocasião foi entregue por autoridades a certificação Selo ODM - Objetivos de Desenvolvimento do Milênio - à Prefeitura de Umuarama, através do representante da secretaria, Valério Silva. Outras 105 empresas e instituições paranaenses também receberam o certificado. O Selo ODM reconhece as entidades que realizam projetos que vão contribuir efetivamente para o bem estar e qualidade de vida da sociedade.
Estiveram presentes ao evento o vice-governador e secretário de Estado da Educação, Flávio Arns, o presidente do Conselho Nacional do Sesi, Jair Meneguelli, o secretário nacional de Estudos e Pesquisas Político-Institucionais, Vagner Caetano, e a presidente do Centro de Ação Voluntária de Curitiba, Meiri Inoue. Também participaram secretários estaduais, deputados e prefeitos.

 

 


Texto: Patricia Steinbach
Créditos Fotos: Divulgação