Notícia

Suinocultura é uma excelente opção para diversificação rural nas pequenas propriedades

Compartilhar:
14 de mar de 2010 Diversos
Imagem Suinocultura é uma excelente opção para diversificação rural nas pequenas propriedades
Suinocultura é uma excelente opção para diversificação rural nas pequenas propriedades

Nos últimos dez anos, o Brasil vem adotando a prática de abertura de novos mercados para produtos agrícolas, e a diversificação no meio rural se tornou uma tendência irreversível . Para atingir suas ambições, os esforços do País são no sentido de intensificar as negociações oficiais e organizar melhor a cadeia produtiva de diversos itens, já que a inserção brasileira é considerável apenas no comércio de soja em grãos.
A suinocultura surge como uma grande opção, como evidenciou a palestra do médico veterinário Severino Antunes Bezerra - extensionista da Emater em Toledo, durante a 36ª Expo Umuarama/9ª Internacional. Organizado pela Prefeitura, através da Secretaria de Agricultura, Meio Ambiente e Turismo, o evento foi realizado na sala de reuniões da Sociedade Rural na última quinta-feira (11) e atraiu suinocultores e produtores interessados em adotar novas alternativas de renda. Além disso, pela primeira vez a suinocultura esteve representada na feira, através de um estande especialmente montado pela Prefeitura na Rua da Agricultura Familiar. "Estamos apresentando a atividade como uma opção segura de diversificação para as pequenas propriedades", explica o secretário Antonio Carlos Favaro.
Ao visitar o estande, o comerciante Jaime Moreira ficou entusiasmado. Tendo adquirido recentemente um sítio, pensa seriamente em trocar o mercadinho, que toca com a família desde 1996, pela vida no campo. E a criação de suínos é a principal motivação. "Já tive uma chácara arrendada. Criava alguns porcos recebidos de um vizinho como parte de uma dívida, pois já existiam instalações adequadas no local, mas agora percebo que a atividade pode ser muito viável, principalmente se for na produção consorciada" avalia. A fruticultura e a produção de leite são as opções prediletas para o complemento da exploração da área de pouco mais de três hectares.

Parâmetros
O palestrante Severino Antunes Bezerra, graduado em Medicina Veterinária (UFPR) e mestre em Engenharia de Produção (UFSC), além de professor universitário e extensionista do projeto Redes de Referência (Emater), atentou para a importância de um modelo de gestão focado na redução dos impactos ambientais.
Segundo ele, diversas análises indicam que a carne suína é a mais consumida do mundo. Além disso, a crescente industrialização abre novas oportunidades para agregar valor aos produtos derivados, gerando novos empregos e uma maior atividade econômica. No Brasil, o consumo ocorre 70% na forma de produtos industrializados (vendidos a preços superiores aos da carne in natura), o que pode representar substancial retorno financeiro para os diferentes agentes econômicos envolvidos na cadeia produtiva. No País, a suinocultura é uma atividade predominante de pequenas propriedades: 81,7% dos suínos são criados em unidades de até 100 hectares.
"O desenvolvimento da suinocultura pode representar um importante fator de crescimento econômico, provocando efeitos multiplicadores de renda e emprego", explica.
A suinocultura apresenta números tímidos em Umuarama e região. Segundo dados da Secretaria Municipal de Agricultura, Meio Ambiente e Turismo, a produção atual é insuficiente, por exemplo, para suprir a demanda da principal indústria de embutidos da região (600 animais), sendo necessário recorrer a outros centros, como Toledo.
Iniciativas como a palestra e o estande montado no parque Dario Pimenta Nóbrega objetivam, antes de mais nada, prestar esclarecimentos sobre a promissora cadeia e a importância da organização dos produtores visando a obtenção de resultados mais expressivos em um futuro próximo.

 

- Uma característica marcante da suinocultura é a capacidade de produzir grande quantidade de proteína de alta qualidade em reduzida área e curto espaço de tempo, quando comparada a outras espécies de animais de médio e grande porte

- O Brasil possui o terceiro maior rebanho mundial (mais de 32 milhões de cabeças, sendo superado apenas pelos Estados Unidos e China)

- O Paraná é o Estado detentor do segundo maior plantel (4,2 milhões de cabeças) e Toledo o município com a maior produção nacional: cerca de 1 milhão de animais