Notícia

Avança a revitalização das calçadas e nova pista de caminhada do bosque

Compartilhar:
22 de jun de 2020 Obras, Planejamento Urbano e Projetos Técnicos
Imagem Avança a revitalização das calçadas e nova pista de caminhada do bosque
Avança a revitalização das calçadas e nova pista de caminhada do bosque

A empresa contratada pelo município para a revitalização dos passeios, implantação de gradil e melhorias no entorno do Bosque dos Xetá já está implantando calçamento e grama no primeiro trecho da obra. Em breve a população ganhará um novo local para caminhadas, corridas leves, passear de bicicleta e realizar atividades físicas ao ar livre, com toda infraestrutura e segurança.

O trabalho começou com a remoção das calçadas antigas na Rua do Bosque e já avança pela Avenida Parigot de Souza, enquanto outra equipe vem concretando a novo passeio e outra frente iniciou os trabalhos pelo lado da Castelo Branco, próximo da antiga Sala Aré.

A previsão é finalizar as melhorias até o final de outubro, para que a estrutura esteja pronta já para o próximo verão”, disse o prefeito Celso Pozzobom. “Nosso objetivo é tornar o bosque mais seguro, atrativo e estruturado para o uso da população. Além das atividades físicas, que contribuem para uma melhor qualidade de vida, a comunidade vai frequentar e assim valorizar mais o meio ambiente, a nossa maior reserva ambiental urbana”, destacou.

A obra é realizada com recursos do Contrato de Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa) do Ministério das Cidades/ Caixa Econômica Federal. O município está investindo R$ 972,6 mil na revitalização da pista de caminhada, construção de ciclovia e de nova pista externa, além da implantação de paisagismo e gradil (cercamento) em todo o entorno. O prazo de conclusão é cinco meses, a contar deste mês de junho.

DRENAGEM

A revitalização do bosque começou com a implantação de um canal aberto com 115 metros de extensão para drenagem pluvial, onde galerias em tubulação ármica foram destruídas pela ação do tempo. A obra é emergencial e busca eliminar um foco erosivo que avançava em direção da Avenida Governador Parigot de Souza.

O projeto, de grande complexidade dadas as condições do terreno, conta com o investimento de R$ 1 milhão 144 mil também em recursos do Finisa, e inclui uma nova galeria tripla com tubos de grande capacidade e grelha tipo “mata burro”, partindo da Av. Castelo Branco entre a Sala Aré e o canal aberto. “Esse reforço ajudará a amenizar e até eliminar o alagamento que ocorre na baixada da Castelo Branco, como já fizemos do outro lado do bosque, na Parigot de Souza, e o resultado foi bastante satisfatório”, lembrou o secretário municipal de Obras, Planejamento Urbano, Projetos Técnicos e Habitação, Isamu Oshima.

 

Vídeo desta notícia - clique aqui

Visualizar imagens Flickr