Notícia

HIV: Mobiliza��o 'Fique Sabendo' incentiva diagn�stico precoce

Compartilhar:
20 de mar de 2009 Diversos
Imagem HIV: Mobiliza��o 'Fique Sabendo' incentiva diagn�stico precoce
HIV: Mobiliza��o 'Fique Sabendo' incentiva diagn�stico precoce

HIV: Mobilização 'Fique Sabendo' incentiva diagnóstico precoce
20.03

A Prefeitura de Umuarama, através da Secretaria de Saúde, desenvolverá no dia 4 de abril (sábado), das 7h30 às 14h, o projeto Fique Sabendo, mobilização para o teste de HIV. “O teste é tranqüilo, rápido e seguro”, explica a coordenadora, Creagair de Oliveira. Os exames serão realizados no Posto Central (avenida Ângelo Moreira da Fonseca).
O exame, por meio de punção digital - semelhante ao teste de glicemia, leva menos de uma hora para ficar pronto. Para a realização, é dispensada a apresentação de documentos ou qualquer forma de identificação.
O diagnóstico é fundamental para o controle da Aids, por ser uma medida de prevenção que leva à conscientização e adoção de cuidados. “Ele também possibilita o acesso ao tratamento com maior rapidez e melhores resultados”, afirma Oliveira. Também faz uma grande diferença na gravidez. Mães soropositivas aumentam suas chances de terem filhos sem o HIV se forem orientadas corretamente e seguirem o tratamento recomendado durante o pré-natal, parto e puerpério.
O Programa Municipal de Prevenção (DST/AIDS) realiza ações de prevenção em escolas, instituições/empresas públicas e privadas através de palestras, teatro com fantoches e orientações individuais com distribuição de material educativo (folder) e de prevenção (preservativos femininos, masculinos e gel lubrificante). Atualmente, responde pelo atendimento e tratamento dos portadores de HIV/Aids, através de consulta, enfermagem, atendimento psicológico e de serviço social. As equipes do programa contam com coordenadores, médico infectologista, ginecologista, enfermeira, psicóloga, assistente social, estagiárias de enfermagem e motorista.
As ações são incrementadas através de visitas domiciliares aos pacientes com quadro clínico agravado, visitas a pacientes faltosos - visando a reintegração e adesão ao acompanhamento e tratamento, grupo de apoio (reunião mensal com pacientes soropositivos para troca de experiências e orientações específicas). Também é realizado o repasse de cesta básica e vale transporte para pacientes que se enquadram nos critérios de avaliação social.

EVITAR SITUAÇÕES DE RISCO: A MELHOR PREVENÇÃO
A Aids se manifesta após a infecção do organismo pelo vírus da Imunodeficiência Humana (HIV). O vírus destrói os linfócitos – células responsáveis pela defesa. Com isso, a pessoa com HIV torna-se vulnerável a doenças “oportunistas”.
O indivíduo infectado pode ficar até 10 anos sem manifestar sintomas, o que facilita a transmissão involuntária. A principal forma de prevenção é evitar situações de risco, como manter relação sexual sem o uso do preservativo e compartilhar agulhas e seringas.

INICIATIVAS QUE COMPLEMENTAM A ATUAÇÃO DO PROGRAMA:

- CADASTRO DE PRESERVATIVOS – São ofertados mensalmente quinze preservativos para pessoas sexualmente ativas, através do cadastro realizado nas Unidades de Saúde e através do programa de prevenção.

- EXAMES DE CONTROLE – Coleta de sangue mensal e envio para análise laboratorial (em Maringá). Exames oferecidos para avaliar se há indicação de tratamento, monitoramento e se houve falha terapêutica, assegurando assistência de qualidade.

- CAMPANHAS – Realização e participação em campanhas específicas.

- PROJETO AMIGAS DA NOITE - trabalho realizado com as profissionais do sexo, através de visita a bares, boates e outros locais, levando informação, orientações e oferta de exames específicos.