Notícias | Prefeitura Municipal de Umuarama

Notícia

Notícia

Município já distribuiu 7.590 cestas verdes neste ano e estuda ampliação do programa

Compartilhar:
5 de nov de 2021 Agricultura e Meio Ambiente
Imagem Município já distribuiu 7.590 cestas verdes neste ano e estuda ampliação do programa
Município já distribuiu 7.590 cestas verdes neste ano e estuda ampliação do programa

Cerca de 820 famílias em situação de vulnerabilidade recebem mensalmente cestas com frutas, verduras, legumes e mantimentos distribuídas pelo Banco de Alimentos de Umuarama, gerenciado pela Divisão de Segurança Alimentar e Nutricional da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente. Os beneficiários são cerca de 3 mil pessoas de todas as idades, que residem nos mais variados bairros.

É gente como a família da dona Evani Maria de Lima, uma das 264 atendidas no Conjunto Sonho Meu. Em tratamento de saúde, ela necessita de uma alimentação balanceada e não tem condições de comprar tudo que precisa, pois gasta parte do seu benefício com medicamentos. “A cesta me ajuda muito. Eu aproveito tudo que vem, pico, embalo os pedaços em saquinhos e congelo para não perder nada. Algumas coisas eu bato no liquidificador e faço suco. Eu conto muito com essa cesta, que é ganhada, e sou muito grata ao município por esse programa”, relatou.

A nutricionista Huana da Silva de Godoi, chefe da Divisão de Segurança Alimentar e Nutricional da Prefeitura, explica que além dos alimentos frescos a cesta contém pães, bolachas e esporadicamente polpa de fruta congelada, mel, geleias e doces de frutas. “São produtos de época que conseguimos adquirir em certos períodos. Além do combater à fome, o programa ajudar a suprir as necessidades nutricionais das famílias com alimentos saudáveis, frescos e diversificados”, explicou.

Todos os interessados podem se cadastrar no Banco de Alimentos, que realiza uma avaliação e contempla as famílias que não têm acesso a uma alimentação adequada, de acordo com os recursos disponíveis. Entre dezembro de 2020 e o mesmo mês neste ano, o município aplicará R$ 592 mil na aquisição e distribuição dos produtos por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Os recursos são repassados pelo Ministério da Cidadania, do governo federal, na modalidade compra direta com doação simultânea para famílias em insegurança alimentar e entidades cadastradas.

PRODUTORES

Além de atender pessoas que realmente necessitam, a cesta verde é um mercado garantido para pequenos produtores rurais de Umuarama. Através do programa, o município atende durante todo o ano 136 agricultores familiares cadastrados no PAA.

A quantidade de alimentos da cesta verde varia conforme a época. Atualmente são de 12 a 15 quilos de produtos. O programa existe desde 2013 e as cestas têm sido distribuídas de forma ininterrupta por todo esse tempo. Desde 2018, a entrega é realizada às quartas-feiras, das 8h às 12h, na sede do Banco de Alimentos. Beneficiários com alguma limitação (acamados, pessoas com deficiência ou que possuem dependentes enfermos) podem solicitar a entrega em suas residências.

“É uma economia que podemos fazer no mercado e me ajuda muito porque no momento estou desempregada e nem sempre temos condições de comprar frutas e verduras. É bom para a saúde, são produtos saudáveis e eu só tenho a agradecer”, comentou a dona de casa Ana Aparecida de Almeida, que também é beneficiária.

ALIMENTAÇÃO MELHOR

Outra moradora do Sonho Meu, Edna Regina Feliciano, afirma que a cesta verde é importante porque, além da economia no supermercado, os produtos ajudam a melhorar a alimentação. “Vem muita verdura, legumes, frutas, mandioca, abobrinha, e tudo isso é bom para a saúde. Tudo muito verdinho, fresquinho, é ótimo. A cesta ajuda muita gente aqui do bairro, que às vezes não tem nada para comer em casa”, relatou.

O prefeito em exercício, Hermes Pimentel, assegura que o programa terá continuidade. “Nossa intenção é até ampliar o número de famílias atendidas. Dependemos dos recursos federais para a compra dos alimentos, mas estamos estudando outras alternativas para complementar o programa, inclusive um PAA municipal”, revelou.

NÚMEROS

Apenas em 2021 já foram distribuídas 7.590 cestas verdes, que totalizam mais de 155 mil quilos de alimentos. Além das famílias, o Banco de Alimentos também atende entidades assistenciais cadastradas, que fornecem alimentação pronta à população em situação de vulnerabilidade.

A através de um projeto de combate ao desperdício, o banco também recebe doações de supermercados – de janeiro a setembro deste ano foram entregues 6.795 quilos de alimentos, que foram processados e distribuídos nas cestas. As entidades beneficentes recebem semanalmente, de forma alternada, cestas com legumes, verduras e ovos doados por empresas parceiras.

“O Banco de Alimentos é a ponte entre quem quer doar e quem precisa receber alimentos, uma política pública fundamental e estratégica que garante segurança alimentar à população”, resume a nutricionista Huana Godoi. Instituições interessadas em parcerias podem entrar em contato pelo telefone (44) 3906-1036 ou direto na sede, localizada na avenida Júlio César Jarros, 2684, no Parque Danielle.

Visualizar imagens Flickr

Vídeos relacionados

Veja mais