SAÚDE

Secretaria de Saúde amplia horário de atendimento do ambulatório da dengue

Data de publicação: 01/04/2024

unidade de saúde

Carregando...
Carregando...
Carregando...

A Secretaria Municipal de Saúde informa que está ampliando o horário de funcionamento do ambulatório exclusivo para o atendimento de pacientes com suspeita ou sintomas da dengue – que funciona na UBS Posto de Saúde Central, ao lado do Pronto Atendimento Municipal 24h. A partir desta segunda-feira, 1º, os pacientes serão atendidos de 7h às 21h.

A mudança, comunicada nesta data pelo secretário da Saúde, Edson Souza, objetiva estender o período para o atendimento da grande demanda de pacientes. O ambulatório funciona de segunda a sábado, sem intervalo para almoço, e recebe todos os casos de suspeita de dengue, encaminhados pelas unidades de saúde e também por livre procura da população.

Outras medidas também foram anunciadas pelo secretário. “Estamos implantando um ambiente externo exclusivo para assistência médica aos pacientes que retornam com exames, visando agilizar o atendimento e reduzir o tempo de espera para aqueles que já realizaram os exames necessários”, disse.

Além disso, a Secretaria de Saúde está contratando mais um médico para dar suporte ao serviço e reforça a importância das medidas de prevenção à dengue, como a eliminação de criadouros do mosquito Aedes aegypti. “A colaboração da população é fundamental para reduzir o número de casos da doença e a secretaria se coloca à disposição para dialogar com a população e esclarecer dúvidas sobre o funcionamento do ambulatório”, completou Edson Souza.

De acordo com o secretário, já era esperado um movimento maior que o de costume no Ambulatório da Dengue nesta segunda-feira, em decorrência de um acúmulo de pacientes durante o feriado da Páscoa. Apesar disso o atendimento transcorreu normalmente, exigindo apenas um pouco de paciência dos pacientes.

O município monitora de forma constante a demanda de atendimentos para apurar a necessidade de ampliação dos serviços. Até o momento, o ambulatório tem se mostrado suficiente para atender aos pacientes. “Em todo caso, se houver necessidade, o município já tem uma estratégia definida para abrir mais uma unidade, caso haja um aumento consistente no número de atendimentos”, acrescentou o diretor de Saúde, Franzimar de Moraes.

Ver fotos no Flickr
Compartilhar: